Policiais civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (DENARC) entegaram nesta quinta-feira, 09, alimentos não perecíveis à instituição filantrópica Abrigo João XXIII em Porto Nacional, a 60 quilômetros de Palmas. Os produtos foram apreendidos em uma operação policial que fechou ponto de venda de drogas em uma quadra da região Sul da Capital.

As investigações levaram os policiais a um esquema de fachada de comercialização de marmitex em que os usuários de drogas realizaram troca de alimentos por crack. “Acreditamos que os alimentos são oriundos de pequenos furtos cometidos pelos usuários de entorpecentes. O traficante então recebia estes produtos e instalou um serviço de entrega de comida para camuflar a venda de drogas”, afirmou. Ainda de acordo com o delegado, esta é a segunda vez que a DENARC realiza doações de alimentos a entidades beneficentes no Estado. “Como são produtos que não possuem lotes, os alimentos são destinados a entidades prestadoras de atendimentos à comunidade”, afirmou o delegado da Denarc, Emerson Francisco de Moura.

Solidariedade

Para a coordenadora técnica do Abrigo João XIII, a enfermeira Fabiana Batista Lacerda, a chegada dos alimentos à instituição não poderia ser em hora melhor. Fundada no município há 44 anos, a entidade atualmente acolhe 17 idosos em tempo integral. São pessoas de 70 a 90 anos de idade cujos familiares, entre outros motivos, não possuem condições financeiras de acolher o idoso. “Nós sobrevivemos de doações. A chegada destes alimentos muito nos alegra porque é muito difícil garantir os cuidados aos internos”, afirmou.

Esperança

Com uma atuação constante na luta contra o tráfico, a Polícia Civil do Tocantins realiza ações educativas, palestras e atuação firme e constante no Conselho Estadual de Combate às Drogas. Mesmo com atitudes firmes em operações realizadas em todas as regiões do Estado, somente este ano foram efetuadas por meio da DENARC, 80 prisões de traficantes. Em conjunto, elas tiram de circulação criminosos perigosos e fortalecem as políticas de segurança no combate ao tráfico e ao crime organizado, impedindo que crianças, jovens e adultos entrem para o mundo da criminalidade e da exposição às drogas e entorpecentes.

Alimentos Entregues

• 17 (dezessete) sacos de cinco quilos de arroz, além de 02 (dois) pacotes de arroz de 01 (um) quilo;

• 08 (oito) sacos de cinco quilos de açúcar;

• 10 (dez) molhos de tomate;

• 16 (dezesseis) litros de óleo de soja;

• 09 (nove) pacotes de macarrão;

• 08 (oito) pacotes de farinha de mandioca;

• 22 (vinte e dois) pacotes de feijão de 01 (um) quilo cada.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario