Após ter perfil hackeado, fotógrafo premiado faz ensaio para alertar sobre golpes virtuais

0
29

Glauber Matos perdeu a conta do Instagram com 13 mil seguidores. As fotos publicadas na rede social mostram mensagens de vítimas que perderam dinheiro ao comprar eletrodomésticos anunciados por hackers: ‘Devolve meu dinheiro’. Fotógrafo faz ensaio para alertar sobre crimes virtuais, após ter o perfil hackeado
Glauber Matos/Divulgação
Após ter o perfil do Instagram hackeado, o fotógrafo premiado Glauber Matos publicou nas redes sociais um ensaio para alertar internautas sobre golpes virtuais. O profissional, um dos mais conhecidos de Palmas, perdeu a conta com 13 mil seguidores, sofreu transtornos e impactos financeiros.
VEJA MAIS:
Fotógrafo premiado perde conta no Instagram com quase 13 mil seguidores após ataque hacker
Perfis hackeados ou desativados: especialista explica como proteger contas nas redes sociais
No ensaio, Glauber estampa no rosto de uma modelo mensagens enviadas por pessoas que perderam muito dinheiro ao cair no golpe. Isso porque os hackers que tomaram o perfil passaram a anunciar celulares e eletrodomésticos a um preço abaixo do mercado. Muitas pessoas acabaram comprando e não receberam o produto.
Glauber Matos ainda não conseguiu recuperar o Instagram com 13 mil seguidores
Glauber Matos/Divulgação
Ensaio exibe mensagens de pessoas que caíram em golpe após fotógrafo ter perfil hackeado
Glauber Matos/Divulgação
“Meu Deus, acabei de perder 1.000”, diz uma das mensagem. Em outra, uma das vítimas lamenta e ameaça processar o fotógrafo: “Eu confiava em você. Devolve meu dinheiro. Vou te processar!”.
O crime foi praticado há mais de 45 dias. Até hoje, o profissional não conseguiu recuperar a conta, que segue sob o domínio dos golpistas.
“Nos aplicaram um golpe chamado SIMSWA. De lá pra cá, vivemos dias difíceis, estressantes, recebendo ligações de desconhecidos, amigos e clientes, noticiando que foram lesados. Me levaram 10 anos de trabalho e dinheiro de muitos conhecidos, afetando nossa moral e caráter. De uma hora para a outra, levaram meu número, meu WhatsApp, meu e-mail e o meu Instagram, mas que jamais poderão tirar de mim é a minha arte”, disse.
Glauber Matos perdeu a conta do Instagram com 13 mil seguidores
Reprodução/Instagram
Na técnica de clonagem do número de celular conhecida como “SIM Swap” os golpistas ficam em posse da linha e conseguem realizar a recuperação de senha de todas as contas atreladas ao número, como e-mail, WhatsApp e outras contas que enviam códigos de confirmação por SMS.
Em uma mensagem enviada a Glauber, uma vítima reclama: “Por que você não divulgou nada?’.
Em entrevista ao G1, Glauber reforçou que perdeu o acesso a todos os aplicativos usados para se comunicar com as pessoas, como por exemplo o WhatsApp.
“Quando ficaram de posse do meu número, de imediato o WhatsApp foi junto, eles tiveram acesso ao backup de conversas. Muita gente reclamou que eu não avisei sobre o golpe, mas eu estava de mãos atadas. Eu não tinha número, nem nada. Teve gente próxima que caiu no golpe porque os criminosos tinham muitas informações para comprovar que era eu”.
Hackers seguem publicando anúncio de venda de celulares em perfil hackeado
Reprodução/Instagram
O G1 acessou o perfil hackeado e os criminosos seguem postando anúncios de vendas de celulares e outros aparelhos eletrônicos a preços atrativos.
“Espero chamar a atenção para que pesquise como o golpe é feito e se previna. Ninguém merece passar por isso”, concluiuGlauber ao publicar o ensaio na web.
Como proteger a sua conta
Saiba como proteger a sua conta nas redes sociais
Getty Images
Uma das orientações para se proteger é fazer a autenticação de dois fatores, uma recomendação das próprias plataformas, como o Instagram. Com essa etapa extra, além de inserir a senha, é preciso incluir um outro código de acesso, enviado para um aplicativo instalado no seu celular.
Para ativar o recurso, navegue até as Configurações do Instagram, toque na opção Segurança e, em seguida, Autenticação de dois fatores.
É importante que o fator de autenticação não seja SMS, já que os criminosos se valem de outros métodos para roubar perfis, comenta o analista em Tecnologia da Informação, Weverton Rodrigues, que criou a página “Fica Esperto Maninho” para ajudar vítimas de golpes virtuais.
“A plataforma recomenda que você faça autenticação de dois fatores no aplicativo – que gera códigos, porque na maioria das contas hackeadas, o golpista consegue fazer uma engenharia social na operadora e recuperar o número no chip. Ele consegue, se a autenticação estiver no número de telefone, alterar senha e entrar no Instagram via código SMS. Então a plataforma recomenda que você faça a autenticação de dois fatores pelo aplicativo”.
Weverton diz que o Instagram está desenvolvendo uma opção, já disponível para algumas contas, cuja autenticação se dá por Face ID – sistema de reconhecimento facial. “Você vai colocar o seu rosto e vai liberar entrada na conta do Insta, como se fosse entrar na conta do celular mesmo”.
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins