Com cartaz, venezuelano pede emprego nas ruas de Palmas: ‘por favor me ajudem’

0
37

Hernan José Rivero de 35 anos mora na capital há quatro meses. Perto de semáforos, o homem expõe a placa que conta parte das dificuldades enfrentadas pela família. Desempregado, venezuelano pede emprego nas ruas de Palmas
Munyque Fernandes/TV Anhanguera
Um venezuelano que vivem em Palmas há quatro meses decidiu confeccionar um cartaz para pedir emprego. Nas ruas da capital, Hernan José Rivero de 35 anos procura pessoas que precisam de um trabalhador. Ele disse que esse foi o jeito de chamar atenção e tentar voltar ao mercado de trabalho.
Em pontos estratégicos, perto de semáforos e faixas de pedestres, o homem expõe a placa que conta parte das dificuldades enfrentadas pela família.
“Preciso de um trabalho. Tenho dois filhos. Por favor, me ajudem”, diz o cartaz.
Homem mostra cartaz para tentar conseguir emprego
Divulgação
Hernan conta que está no Brasil há cinco anos e já passou por várias cidades a procura de emprego. Em Palmas ele chegou a trabalhar como ajudante de pedreiro, mas o valor recebido era muito baixo.
“Me pagavam 30 reais a diária. Não dava para pagar as despesas. Estou em uma kitnet e pago água. Estou com minha esposa e filhos. Ela também está desempregada e faz artesanato”, disse Hernan.
Conforme o currículo divulgado pelo venezuelano, ele já atuou como agente comunitário de saúde e faz trabalhos de ajudante de pedreiro e carregador. Em uma loja de materiais de construção ele descarregava caminhões. O homem diz que está disposto a trabalhar em outras áreas.
Sem saber como pagar as contas, o homem espera conseguir alguma oportunidade o mais rápido possível. “Estou todos os dias na rua. Preciso de emprego para sustentar a casa”, disse Hernan.
Venezuelano desempregado procura emprego em Palmas
Munyque Fernandes/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins