Os corpos dos jovens que foram assassinados com golpes de faca após darem carona a desconhecidos em Lagoa da Confusão estão sendo velados nesta terça-feira (21). O caso aconteceu na madrugada de segunda-feira (20). Os suspeitos mataram os amigos supostamente para roubar o veículo.

O velório de Carlos Henrique da Silva, que tinha 22 anos, está sendo realizado na casa da família no setor Costa Esmeralda, em Araguaína. O enterro está previsto para às 15h, na cidade de Babaçulândia. Já o corpo de Wagno Ramo do Carmo, que tinha 29 anos, foi levado para a cidade de Confresa, no Mato Grosso, onde está sendo velado.

O crime

Uma terceira vítima do roubo Edison Luiz Roncaglio também foi atingido, mas conseguiu sair do veículo e correu para pedir socorro. Ele chegou a ser internado, mas já recebeu alta. Segundo a Polícia Militar, a vítima que sobreviveu contou que todos estavam em uma festa em Lagoa da Confusão, quando resolveram ir embora. Eles então deram carona para dois homens.

Em um determinado momento, segundo os relatos, os suspeitos começaram a esfaquear os ocupantes do carro. Os outros dois tiveram ferimentos no pescoço e morreram. Os suspeitos, sendo um maior e outro menor de idade, foram detidos pela PM horas depois, no município de Cristalândia. O carro também foi recuperado. Eles estão na delegacia de Paraíso do Tocantins e serão ouvidos pelo delegado.

Suspeitos

“Os autores, um jovem de 20 anos e um adolescente de 16, estavam curtindo uma festa na cidade de Lagoa da Confusão, quando viram as vítimas em um carro com um som muito caro”, contou o delegado Hismael Tranqueira, ao afirmar que eles se sentiram atraídos pelo aparelho de som automotivo.

Horas depois do crime, os suspeitos foram encontrados. Segundo a polícia, após o carro ficar sem gasolina eles saíram para comprar combustível e acabaram parando em um bar, onde dormiram em cima de uma mesa de sinuca. “Eles estavam bêbados e foram encontrados dormindo perto de Nova Rosalândia”, contou o delegado.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario