Fornecimento de água em Palmas será interrompido nesta segunda-feira (18) para obras em estação de tratamento

0
20

A interrupção programada será de 7h às 19h e vai atingir quase toda a cidade. Somente os distritos de Buritirana, Taquaruçu e o setor Jardim Taquari não serão afetados.

O fornecimento de água em Palmas será interrompido nesta segunda-feira (18) para que haja continuidade em uma obra de ampliação na Estação de Tratamento de Água (ETA). De acordo com a concessionária BRK Ambiental, a interrupção programada será de 7h às 19h e vai atingir quase toda a cidade.

A paralisação do abastecimento atingirá todos bairros do plano diretor e das regiões norte e sul da capital. Os distritos de Buritirana, Taquaruçu e o setor Jardim Taquari não serão afetados.

A BRK informou que, dependendo de como foi o consumo no domingo (17) e ao longo da segunda-feira, algumas casas podem ficar sem água.

Para evitar transtornos o trabalho será iniciado no começo da manhã, com toda a população abastecida. A empresa orienta os moradores para que tenham consumo consciente durante a obra. “Quem possuir caixa d´água e mantiver o consumo ao mínimo necessário não terá maiores problemas”, disse Sandra Leal, gerente de Operações em Palmas.

No ano passado, as ações aconteceram nos dias 6, 13 de dezembro, aos domingos, dias com menor tendência de consumo. A BRK informou que desta vez o trabalho será realizado na segunda-feira para diminuir a necessidade de interrupções sequenciais. Segundo a empresa, “uma intervenção na rede elétrica que atende à unidade de tratamento de água também está programada pela concessionária de energia para ser realizada no mesmo dia”, explicou.

Depois de 19h a distribuição de água será reiniciada. Áreas mais baixas da cidade recebem água primeiro e, em seguida, partes mais altas. O abastecimento deve ser normalizado durante a madrugada.

A obra

A ETA é responsável por abastecer 80% da população da capital e a obra promete dobrar o tamanho da estação. Atualmente, o local tem capacidade de produção de 750 litros de água tratada por segundo. Com a reforma, a estrutura poderá produzir até 1.500 litros no mesmo período.

O serviço começou em 2019 e agora entra na fase final. Segundo a BRK, para dobrar a capacidade de tratamento de água na capital, o investimento foi de mais de R$ 28 milhões.

Por: G1 Tocantins