A rodovia foi restaurada após ter rompido em 2018 por causa do excesso de chuvas.
Fonte Erica Lima/Governo do Tocantins

Após a conclusão da obra de um sistema de galerias, o Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), liberou o tráfego na TO-335, na altura do Córrego Cunhã, no trecho entre Colinas do Tocantins e Palmeirante.

A rodovia foi restaurada, na semana passada, após ter rompido em 2018 por causa do excesso de chuvas.

A obra começou em agosto e conta com um complexo sistema de drenagem projetado para suportar grandes volumes de água. “As galerias estão concluídas e o tráfego, que antes era realizado por um desvio, foi restabelecido, agora iremos finalizar o restante da obra”, ressalta o Diretor de Operação e Conservação da Ageto, Gerival Aires Negre.

Segundo Gerival Aires, 85% dos serviços já foram executados e a empresa responsável se prepara  para  iniciar a construção das descidas d’água, da pavimentação, das obras de artes finais e da sinalização. “Mesmo sem a conclusão do pavimento, a Ageto conseguiu liberar com segurança a passagem de veículos  de passeio e de carga”, destaca.

A Secretária de Estado da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Juliana Passarin, frisa que a obra vai melhorar a trafegabilidade da via e o escoamento da produção regional. “No local foram investidos cerca de R$ 924 mil com o objetivo de fortalecer o sistema logístico da região e melhorar a mobilidade das pessoas que necessitam da rodovia para se deslocar”.

A região de Palmeirante é uma grande produtora de grãos e a rodovia recebe diariamente o tráfego pesado dos veículos que buscam embarcar ou desembarcar seus produtos no Pátio de Integração Multimodal da Ferrovia Norte Sul.

A expectativa é de que a obra seja totalmente concluída ainda este ano. “Falta pouco e nós vamos agilizar os serviços para que tudo acabe antes do aumento da incidência de chuvas”, finaliza Juliana Passarin.

Foto: Divulgação.


Compartilhar:

Deixe seus Comentario