Polícia Militar recebe R$ 1,55 milhão de reais para aquisição de solução tecnológica do projeto de tecnologia embarcada

0
54
Inovação tecnológica decorrente da destinação de recursos da Justiça do Trabalho e Ministério Público do Trabalho irá otimizar e facilitar o trabalho da Polícia Militar nas ruas.

Na manhã desta sexta-feira, 13, foi assinado no Quartel do Comando Geral em Palmas, o Termo de Cooperação entre a Polícia Militar, Fundação Pró-Tocantins e Ministério Público do Trabalho para destinação de recursos para a aquisição da solução tecnológica (PMTO Mobile), para implantação da tecnologia embarcada em viaturas.

Com a implantação da tecnologia embarcada, as ações operacionais da Polícia Militar serão dinamizadas devido à ampliação das funcionalidades no atendimento de demandas operacionais, como atendimento de ocorrências em tempo real e consulta on-line do banco de dados de órgãos da segurança pública, melhorando assim a eficiência e a rapidez nos atendimentos.

Na ocasião, o Comandante-Geral da PM, Coronel Jaizon Veras Barbosa, o Presidente da Fundação Pró-Tocantins, Coronel Luiz Cláudio Benício, o Procurador do Trabalho, Paulo Cézar Antun de Carvalho, o Juiz do Trabalho, Daniel Izodoro Calabro Queirobo, e oficiais da corporação estiveram presentes.

Segundo Daniel Cézar, “a ferramenta do PMTO Mobile é de grande potencial para revolucionar o trabalho da PM, sendo um divisor de águas, pois irá modificar as rotinas dos policiais militares nas ruas, com melhores condições de trabalho, e auxiliar no trabalho do Ministério Público do Trabalho como no combate ao trabalho e exploração infantil”, disse.

O Juiz do Trabalho destacou que a parceria entre as instituições irá beneficiar as instituições e a sociedade em geral, já que com a mudança da realidade operacional da PM, o serviço prestado será otimizado em todas as esferas.

O Termo de Cooperação realizado entre a Polícia Militar por meio da Fundação Pró-Tocantins e o Ministério Público do Trabalho corresponde à destinação de R$ 1,554 milhão de reais para a aquisição da solução tecnológica que será usada nos kits compostos por smartphone/tablet e uma impressora térmica portátil que foram doados pelo Governo Estadual e serão distribuídos e utilizados nas viaturas da Polícia Militar em todo o Estado.

O Presidente da Fundação Pró-Tocantins ressaltou a importância da inovação tecnológica nas viaturas para a corporação e que o investimento irá beneficiar todos os cidadãos, contribuindo assim, para o bom andamento da segurança pública.

O Comandante-Geral da PM agradeceu a contribuição e parceria do Ministério Público do Trabalho e da Justiça do Trabalho e destacou os benefícios da implementação do projeto. “A tecnologia embarcada já é um projeto de sucesso em Rondônia, Minas Gerais e Piauí, trazendo inúmeros benefícios no trabalho diário destas corporações. No Tocantins não será diferente. A implantação do projeto de tecnologia embarcada vai potencializar o trabalho policial nas ruas, sendo um marco histórico para corporação”.

Em janeiro de 2020 será contratada a empresa para a entrega da solução tecnológica de tecnologia embarcada, havendo posteriormente o treinamento do efetivo policial. A previsão é de que em março a Polícia Militar já opere com tecnologia embarcada.

FONTE: Lara Tavares/Governo do Tocantins.