Programa de Eficiência Energética no HGP garante economia de mais 300 mil por ano

0
85

O hospital foi contemplado em chamada pública no 002/2017 e disputou o projeto com hospitais da rede privada e outros órgãos públicos.

O Hospital Geral de Palmas (HGP) agora conta com a consolidação do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) na unidade.

Nesta terça-feira, 10, participaram da cerimônia de entrega do projeto representantes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Energisa, responsável pelo desenvolvimento do Programa.

Na ocasião, o Secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, destacou a satisfação de contar com o programa. “A Secretaria vai estender o programa, juntamente com a Energisa, para outras unidades hospitalares. Já estamos no Hospital de Araguaína finalizando a parte de estudos de implantação e o próximo será o Hospital e Maternidade Dona Regina. A prioridade é entregar mais conforto com economicidade e acima de tudo, responsabilidade”, afirmou.

O programa buscou reduzir o consumo de energia, melhorar as instalações elétricas e desenvolver ações educacionais com foco no uso racional da energia elétrica no setor Público.

A iniciativa investiu mais de R$ 1,5 mi na unidade. Para a iluminação, foram trocadas 3.366 lâmpadas e 53 refletores, 70 condicionadores de ar e 08 motores (para refrigeração). A previsão de economia energética supera 743 megawatts/hora por ano, rendendo uma economia anual de R$ 341.684,83.

O Diretor de Relações Institucionais da EnergisaAlan Kardec Moreira falou da relevância desta iniciativa na área hospitalar. “Para nós da Energisa, este programa é muito importante por que permite a redução da tarifa de energia, dando a possibilidade de aplicar o recurso desta economia em outras áreas, beneficiando diretamente o paciente. Este resultado tão sólido é o que nos motiva a dar sequência em outras unidades”, disse.

O Diretor-Geral do HGP, Leonardo Toledo, está confiante com os resultados da parceria. “Esta economia vai ser revestida em equipamentos, medicamentos, materiais básicos e insumos para nossa unidade”, afirmou.

Seleção

O hospital foi selecionado para ser beneficiado pelo programa após aprovação na chamada pública de nº 002/2017, tendo disputado o projeto com hospitais da rede privada e órgãos públicos, como as prefeituras de Palmas e Gurupi, Hospital Dom Orione em Araguaína, Universidade Federal do Tocantins e Instituto Federal do Tocantins e órgãos públicos estaduais, como Ministério Público, Defensoria Pública, Secretarias da Educação e da Segurança Pública, dentre outros concorrentes.

FONTE: Luciana Barros/Governo do Tocantins.