Projeto “Juntos Pela Cidadania” realiza centenas de atendimentos em Muricilândia e região

0
88
Ações do projeto contam com emissão de documentos, palestras, recadastramentos de famílias quilombolas e cursos profissionalizantes.
Fonte Jaqueline Moraes e Vitória Soares/Governo do Tocantins

Com o intuito de promover ações que visem à garantia de direitos e o livre exercício da cidadania, o Governo do Estado, por meio das equipes da Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju), da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), estão realizando o projeto “Juntos Pela Cidadania”.

As primeiras atividades do projeto tiveram início na terça-feira, 24, no município de Muricilândia, e seguem até esta quinta-feira, 26, com atendimentos das 8 às 18 horas, na Câmara de Vereadores do município.

Ações visam promover o acesso a cidadania para comunidades distantes dos grandes centros.

O primeiro dia de ação, contou com a emissão de 82 RG’s, 90 fotos 3×4 e o recadastramento de 54 famílias quilombolas, emissão de CPF’s, atualização de cadastros, além da realização de 49 testes rápidos. A fim de conscientizar e capacitar à comunidade de Muricilândia e de locais próximos ao município, como Cocalândia, Aragominas e a zona rural da região, também foram realizadas palestras com temáticas ligadas ao respeito à diversidade religiosa, igualdade racial e enfrentamento da violência contra a mulher.

Outro objetivo da ação é fortalecer a garantia de direitos das crianças e adolescentes, por isso equipes mobilizaram professores e se reuniram com membros da rede de proteção dos direitos da criança e adolescente, para transmitirem orientações acerca da proteção desses direitos e para realizarem encaminhamentos para enfrentamento das violências e vulnerabilidades.

Além disso, 200 alunos da rede estadual de ensino participaram de palestra sobre prevenção às drogas e garantia de direitos humanos. Durante os dias de programação, também estão sendo ofertados cursos profissionalizantes, nas áreas de design de sobrancelhas, cabeleireiro, maquiagem e artesanato em bonecas.

O Secretario da Seciju, Heber Luis Fidelis, ressalta a importância da iniciativa. “As comunidades localizadas a uma grande distância dos grandes centros muitas vezes enfrentam dificuldades de acesso aos direitos básicos, por isso, a iniciativa da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, em parceria com as demais secretarias têm grande relevância para a população. A partir do projeto “Juntos Pela Cidadania”, os moradores de Muricilândia e região não vão precisar se deslocar do distrito para ter acesso aos documentos e informações básicas”, afirmou.

A Diretora dos Direitos Humanos da Seciju, Sabrina Ribeiro, relata o saldo positivo do primeiro dia da ação. “A ação já obteve saldo bastante positivo, pois pessoas que estavam sem conseguir atualizar seus benefícios por falta de documentação adequada agora têm a oportunidade de acessar esses direitos. O projeto vem ao encontro com muitos anseios, aos direitos humanos, a garantia de cidadania para crianças, jovens e idosos”, ressaltou.

A Diretora também explica que a ação oportuniza o contato direto com crianças e adolescentes, a fim de repassar informações sobre a garantia de direitos. “Além disso, estamos tendo o contato direto com as escolas, com intuito de repassar mensagens de respeito à diversidade e garantia de direitos humanos, porque acreditamos que o respeito ao próximo é o primeiro passo para uma sociedade melhor”, explicou.

 

Parcerias

O projeto, coordenado pela Seciju conta com parcerias importantes para o bom desenvolvimento das ações, além das Secretarias da Segurança Pública e da Setas, a atividade também conta com apoio da Prefeitura de Muricilândia.

A servidora da Setas, Rosy Barros, conta que o primeiro dia de ação já teve capacitações em diferentes áreas. “Nosso trabalho está focado na capacitação de 120 pessoas nos cursos de design de sobrancelha, maquiagem, cabeleireiro e artesanato. Já obtivemos um ótimo resultado no primeiro dia, os cursos têm 40 horas, seguem até o último dia de ação e estão sendo realizadas no Centro de Referência e Fortalecimento de Vinculo e no Centro de Referência de Assistência Social”, relatou.

A Papiloscopista do Instituto de Identificação, ligado à SSP, Maurícia Simas, é a responsável pela ação em Muricilândia e ressalta o benefício da parceria entre as secretarias para toda à população. “Nossa contribuição tem cunho social, que é atender as pessoas mais carentes que não têm condições de comparecem a outros municípios para a confecção da carteira de identidade. Está sendo um prazer poder contribuir com esse projeto”, afirmou.

A muricilandense Elisvânia Sousa Silva, 32 anos, trouxe os dois filhos, de 10 e 12 anos, para emitir o documento de identidade e garantir o exercício da cidadania. “Se a ação não tivesse chegado ao município os meninos demorariam mais tempo sem o documento. Isso é bom para as pessoas carentes, aqui quando tem que tirar documento a gente tem que ir para Araguaína e quem tem dois, três filhos, como eu, não consegue ir, porque o custo fica muito alto”, disse.

Fotos: Seciju/Governo do Tocantins.